• Romero Filho Advocacia

O banco pode alterar o limite do meu cheque especial?


Inicialmente, é importante mencionar que qualquer alteração no cheque especial do consumidor deve observar as determinações do Código de Defesa do Consumidor, principalmente os princípios consumeristas e os direitos básicos do consumidor.


Nesse sentido, de acordo com a resolução do Banco Central, a instituição financeira poderá reduzir ou aumentar o valor disponível do cheque especial do seu cliente.


Em caso de redução do limite do cheque especial, o consumidor deverá ser comunicado pela instituição financeira com 30 dias de antecedência.


No caso de aumento do limite do cheque especial, a instituição financeira só poderá realizar essa alteração se houver a concordância prévia do consumidor.


Se o banco realizar qualquer alteração no limite do cheque especial sem respeitar o que foi dito acima, o consumidor poderá entrar com uma reclamação no Procon e no SAC da própria instituição financeira. Orientamos que nos dois casos é importante anotar sempre o número de protocolo.


Por fim, o consumidor também poderá ajuizar uma ação de indenização contra a instituição financeira. Nesse caso, procure um escritório de advocacia de confiança e com experiência para ter êxito no processo.

-----


Se você gostou desse conteúdo, compartilhe com seus amigos e familiares para que mais pessoas saibam do seu direito.


Criado pelo escritório Romero Filho Advocacia.


Siga nossas páginas no Facebook e no Instagram - @rfilhoadv